Mensagem

Desde de que nasci que senti uma energia incontrolável, que me puxava para o limite desconhecido. Era hiperativo, disléxico, tinha SDP (Síndrome de Deficiência Postural) e vivia descolado entre a identidade Portuguesa e as minhas raízes Cabo Verdianas. Saído da minha cidade, Lisboa, aos sete anos e já em Santarém, descobri o Judo e a minha vida mudou para sempre! Depois de um percurso desportivo de feitos inéditos, em 2006 iniciei um novo projeto de vida. Após 10,000h de amadurecimento, este espaço de comunicação do projeto Nuno Delgado, surge como uma ponte de partilha de novas e velhas experiências, seja muito bem vindo!
Sinta-se em casa, juntos vamos formar campeões para a vida.
Nós somos seres em movimento para superação conectados com tudo o que nos rodeia, e no fundo, ser campeão para vida (Definição que procuro melhor todos os dias) é uma viagem individual que cada um deve descobrir, com treino e todos os dias. O meu treino acontece fora do Corpo e envolve a nossa globalidade.
Junta-te a nós e vem treinar como um campeão.

Biografia

Nem treinador, nem olheiro – foi um psicólogo que o encaminhou para o Judo. O excesso de energia, a dislexia e traquinices constantes, tinham resistido a todas as medidas anteriores. “Judo? O que é isso?”, perguntou o diabinho de apenas seis anos. A resposta chegou dias depois, em Santarém, num antigo celeiro transformado em dojo, sabiamente baptizado de Portas do Sol. Assim foram para Nuno Delgado, ali acolhido pelo mestre Anjinho. Se os nomes não podiam ser mais premonitórios, o futuro deu-lhes sentido: “A minha primeira aula de judo talvez tenha sido o momento mais importante do que todas as conquistas posteriores. Foi a grande mudança da minha vida.”
A estreia em competição aconteceu aos 11 anos, no Entroncamento. Um campeonato regional de juvenis, em que combateu sem saber se estava a ganhar ou a perder e do qual saiu distante do desejado apuramento para o nacional. Consolou-se a treinar mais, aplicando no tapete o frenesim que o levara já a partir a cabeça várias vezes. Os resultados mostrou-os no ano seguinte: foi ao nacional, ganhou todos os combates e voltou a casa campeão.
Se os outros se preparam para a competição, Nuno Delgado sempre se preparou para o treino seguinte. Um dos pilares que suportam a carreira desportiva que faz dele o melhor judoca português de todos os tempos. Estatuto selado à escala olímpica, com a medalha de bronze em Sydney’2000, a primeira conquista do Judo nacional em Jogos Olímpicos. Foi distinguido com a Medalha de Honra de Mérito Desportivo e, no mesmo ano, ao serviço dos alemães do TSV Abensberg, somou ainda a Bundesliga e a Taça dos Campeões Europeus ao palmarés pessoal, que incluía já o ouro europeu (Bratislava, 1999).
Os anos seguintes confirmaram que Nuno Delgado não iria viver agarrado ao passado, ambicionava construir um futuro diferente através do desporto: prata no Europeu por equipas (2001) – ao serviço do Sport Algés e Dafundo (o melhor resultado de sempre de Portugal em provas colectivas) – e no Grand Prix de Moscovo (2001), foi bronze no mais exigente torneio do Mundo, o Super A de Paris (2002), e é o único português bicampeão no Super A da Alemanha (2002 e 2003).
Porta-estandarte da equipa olímpica nacional no regresso dos Jogos ao Olimpo de Atenas, em 2004, teve a infelicidade de fracturar um dedo no treino que antecedeu o primeiro combate e não conseguiu repetir o feito de anos antes, quando foi obrigado por professores a fazer testes com o braço partido para acabar o curso. É Licenciado em Ciências do Desporto, pela Faculdade de Motricidade Humana e graduado pela Fundation Degree of Sports Performance in Judo, pela Universidade de Bath, Inglaterra.
Consciente de que teria de encontrar outras compensações para a adição pelas medalhas, o campeão que se fez do amor ao Judo e da transcendência como procura do equilíbrio pessoal, entregou-se então definitivamente ao seu maior projecto desportivo: a Escola de Judo Nuno Delgado e o programa Formar Campeões Para a Vida. A combinação perfeita para uma alma lusófona – das recordações solidárias de Cabo Verde, das portas sempre abertas para receber mais um para almoçar, e dos ensinamentos do Judo sobre o benefício mútuo, porque ninguém aprende a cair sem ajuda de outro. No Terreiro do Paço, em 2011, foram mais de 4000 as crianças que receberam esta mensagem, naquela que foi a primeira “Maior Aula de Judo do Mundo”, uma iniciativa que teve a parceria da Fundação Nelson Mandela e recebeu o Prémio Inclusão Social da União Europeia de Judo.
A 27 de Maio de 2015, Nuno Delgado foi agraciado com o grau de Comendador da Ordem do Infante D. Henrique, o que só reforçou o seu empenho pessoal em servir a comunidade através da “lógica da máxima eficiência, mínimo esforço, que baseia a técnica, para que o benefício mútuo oriente a consciência colectiva de respeito pelo outro como base do sucesso”. Porque uma “resposta certa não é igual a uma resposta completa” e só se persegue a excelência tendo a noção de que “o nosso maior inimigo somos nós próprios”.
Foram estes os valores que cultivou e partilhou enquanto Chefe Adjunto da Missão Olímpica de Portugal em Londres (2012) e como Chefe da Equipa Técnica de Judo nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro (2016), nos quais reviveu a sua glória de Sydney com a conquista da segunda medalha olímpica pelo Judo português.

Rui Hortelão  (para saber mais, clique aqui)

Conheci o jornalista Rui Hortelão em 2011, após a sua grande ascensão no grupo Correio da Manhã. Em conjunto com a grande “Mestre” da comunicação e marketing desportivo Ana Matias, Hortelão foi decisivo na génese e estratégia do AC&GB rumo à internacionalização e suas campanhas nacionais com os principais grupos empresariais, destaco Santa Casa, Optimus, Lidl, Delta Cafés entre outros. Hortelão, autor de diversos livros, também me assessorou em inúmeras palestras para estas e outras grandes empresas. No Mandela Day Maior aula de Judo do Mundo no Terreiro do Paço a sua mestria foi decisiva para o seu sucesso mediático. Já em 2016 como diretor da inovadora revista Sábado tivemos momentos únicos na Epopeia Olímpica da cidade maravilhosa.

Nuno Delgado

Veja a vitória em Sydney 2000

Se os outros se preparam para a competição, Nuno Delgado sempre se preparou para o treino seguinte.
E assim construiu a carreira que faz dele o melhor judoca português de todos os tempos.

img3

Nuno Delgado no campeonato nacional de equipas representando a casa do Benfica de Santarém.
Foto: EJND

img4

Nuno Delgado porta-estandarte em Atenas 2004.
Foto: EJND

Currículo

Nuno Miguel Delgado
Data de Nascimento: 27 de Agosto de 1976
Naturalidade: Lisboa, Portugal
Altura: 1, 81 m
Categoria: 81 kg
Atleta federado desde 1 de Janeiro de 1984
Licença federativa Nº 50.389
Graduação: 6 Dan

DADOS PESSOAIS:
– Comendador da ordem infante D. Henrique (2015)
– Chefe da equipa técnica nacional de judo (2015)
– Chefe adjunto da missão Olímpica de Londres (2012)
– Membro do concelho Nacional do Desporto (2012-2013)
Algés e Dafundo (1994-2005); TSV Abensberg (2000-2005)
– Escola de Judo Nuno Delgado ( 2006)
– Licenciado em Ciências do Desporto pela Faculdade de Motricidade Humana (1994-1999)
– Foundation Degree of Sports Performance in Judo, Universidade de Bath, Inglaterra (2006-2009)
– Treinador de Judo de 4º grau atribuído pela União Europeia de Judo(2009)
– Presidente da Escola de Judo Nuno Delgado
– Sócio gerente da Tori Sport, distribuidor Nacional da Marca Dax Sport e Mizuno, Patrocinador Oficial da FPJ
– Membro do Conselho Superior do Desporto (2002-2006)
– Membro da Comissão de Atletas Olímpicos (2002-2005)
– Embaixador do Movimento Para – Olímpico (2004)
– Embaixador do Ano Europeu da Educação Pelo Desporto (2004)
– Embaixador da Bolsa de Valores Sociais
– Seleccionador Nacional do Escalão de Esperanças (sub17) (2007 a 2009)
– Membro do Conselho Nacional do Desporto
– Membro da Comissão de Educação da União Europeia de Judo
– Membro do Conselho Geral da Fundação Luis Figo
– Clubes: Casa do Benfica de Santarém (1984-1994); Sport Algés e Dafundo (1994-2005); Escola de Judo Nuno Delgado (2006)

DISTINÇÕES:
– Ordem Infante D. Henrique, Comendador (2015)
– Medalha de Honra ao Mérito Desportivo do IND (2000)
– Medalha Olímpica “Nobre Guedes” do COP (2000)
– Atleta do ano do Clube Nacional da Imprensa Desportiva (2000)
– Atleta Revelação do Record (1999)
– Porta-estandarte da Missão Olímpica de Atenas (2004)
– Troféu “Confederação do Desporto“ (1999)
– Troféu “Fundação do Desporto“ (1999)
– Atleta do Ano do Record (2000)
– Não fumador do Ano da Associação de Luta Contra o Tabagismo (2000)
– Troféu “Fundação do Desporto“ (2000)
– Nomeado para personalidade do ano no Desporto Globos de Ouro Sic (2001)
– Premiado com Bordalo do Desporto pela Casa da Imprensa da RTP (2001)
– Atleta do ano na modalidade de judo pela Gala Nacional do Desporto do COP/SIC (2003)
– Medalha de Ouro do Município de Oeiras 2006
– Distinção Confederação do Desporto Português “cem anos, cem desportistas “ 2010

RESULTADOS INDIVIDUAIS:
– BRONZE NOS JOGOS OLIMPICOS DE SYDNEY (2000)
– CAMPEÃO EUROPEU DE SENIORES EM BRATISLAVA (1999)
– VICECAMPEÃO EUROPEU DE SENIORES (2003)
– Vice campeão GRAND PRIX DE MOSCOVO (2001)
– 5º classificado no Mundial de Birmingham, em Inglaterra (1999)
– 5º classificado no Europeu de seniores (2002)
– 3º classificado no Mundial Universitário, na República Checa (1998)
– Medalhado em 6 Torneios de nível A e 3 Torneios super A, no Circuito Europeu
– Hexacampeão nacional de seniores

RESULTADOS POR EQUIPAS:
– Vice-campeão europeu de seleções por Portugal, FUNCHAL (2001)
– Campeão europeu de Clubes pelo TSV ABENSBERG (2000)
– Tetracampeão nacional por equipas pelo Sport Algés e Dafundo (2001\02\03\04)
– Tetra-vencedor da Taça de Portugal pelo Sport Algés e Dafundo (1997\98\99\2000)
– TetraCampeão da Bundesliga pelo TSV ABENSBERG (2000\02\03\04)
– Vicecampeão no Mundo Universitário por Portugal (1998)

img7

Nuno Delgado na Casa Benfica de Santarém.
Foto: EJND

img8

Nuno Delgado conquista o Bronze nos Jogos Olímpicos de Sydney 2000.
Foto: EJND

Foi por mérito próprio o porta-estandarte da delegação nacional nos Jogos Olímpicos de Atenas 2004, dadas as suas qualidades desportivas e humanas.

img9

Nuno Delgado distinguido com o grau de Comendador da ordem do Infante D. Henrique.
Foto: EJND

Queres juntar-te ao

projeto Nuno Delgado?

Basta preencher o formulário

e torna-te um campeão!

Agenda

Publicações

Galeria de Fotos e Vídeos